Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

08/01 - 9º dia » em Itacaré/BA

Salve, simpatia! Baiana, eu te conheço.

Acordamos cedo e já fomos pegar o café da manhã do Amado Café. Dessa vez, levando com a gente o casal Kracha e Janine. Pedimos mesma coisa de ontem, adicionando algumas outras coisas. Hoje teve a macaxeira (R$ 5) com ovo (R$ 1,50), e também teve cuscuz com ovo (R$ 5). Tudo muito bom.
 
Beto, que é o cara por trás do Café, indicou a gente algumas praias pra curtir. Escolhemos a de Jeribucaçu fomos atrás dela. Pra chegar lá, pegamos o caminho pra saída da cidade e no km 6, na Vila Marambaia, pegamos a estrada de barro. Tem placas indicando o caminho até Jeribucaçu. Dá uns 4 ou 5 km de estrada de barro até chegar na fazenda o carro fica (R$ 10 o dia).

[caminho até jeribucaçu]

[a estrada corta um campo de futebol]

Deixamos o carro na fazenda e pegamos uma trilha de mais ou menos meia hora até a praia. Essa trilha alterna trechos planos com subidas e descidas. Com terreno seco é tranquilo, já quando tá molhado é bem ruinzinho.

 [fazenda onde o carro fica]


 [começo da trilha, de mais ou menos meia hora até a praia]


[pela trilha]


[no meio da trilha, vista da praia, abaixo, à direita]


[pneus que formam os degraus, pra ajudar o sobe-desce]




Fim de trilha, chegamos na praia de Jeribucaçu. Assim como muitas praias daqui de Itacaré, essa também é bem frequentada por surfistas. Na praia também desemboca um riozinho e muita gente fica curtindo o rio mesmo, já que o mar é agitado.

 [chegando em jeribucaçu]





 [mesmo com maré baixa, era perigoso entrar no mar aqui]


A praia é bonita, mas não sei se vale o esforço e a grana, não. Tá certo que o tempo não tava ajudando muito a compor um visual mais bonito, mas tem praias tão interessantes quanto essa mais acessíveis, física e financeiramente.

Perto da hora do almoço saímos de frente da praia e fomos até perto do rio onde havia algumas banquinhas que vendem comidas e bebidas. Pegamos um peixinho na brasa com arroz, salada e farofa de banana (R$ 90 pra 4 pessoas). Comida boa.

[na beira do rio tem algumas barracas de vender comida]


[praça de alimentação de jeribucaçu]

Ficamos mais um pouco curtindo o rio e a chuva que caia. Já era quase fim da tarde quando arrumamos as coisas e puxamo morro acima.
 
 [entrada da fazenda onde o carro ficou estacionado. a trilha inicia em frente]

À noite demos outra volta na rua da Pituba e fomos jantar no mediterrâneo. Pegamos espaguete ao molho pesto com filé à parmegiana (R$ 44 pra duas pessoas). Muito bom o prato. Aliás, como todos os outros que conhecemos aqui: Oasis, na primeira noite, e o Marley's, na segunda. Os preços de Itacaré são os melhores da viagem, também. Tudo muito bom e não é caro. Não bastasse isso, muita opção de praia, cachoeiras e rios na região fazem de Itacaré um destino recomendadíssimo.

Depois do jantar voltamos pro camping. Amanhã tem mais desmontamos acampamento e seguimos rumo a Morro de São Paulo.

Aquele abrax!

----------------------------

Dados de Bordo
Km rodados: ~0Km

Hospedagem
Camping Rai & Luc - Praia da Costa, Itacaré/BA. Diária: R$ 100, por casal, sem café da manhã;

Alimentação
Almoço: Peixe Cavala na Brasa, de uma banquinha armada na beira do rio de Jeribucaçu. R$ 90 (arroz, salada, farofa e peixe), para quatro pessoas.
Jantar: Parmegiana com espaguete no Restaurante Mediterrâneo, na rua da Pituba. R$ 44, para duas pessoas.

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)