Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

18/06 - 6º dia » de Jeffrey's Bay a Plettenberg Bay, via Garden Route

Comequié?!

Depois da boa dormida no HardRock Backpackers, chegou a hora de desmontar acampamento. Tomamos um café da manhã com a equipe do hostel e zarpamos. Hoje nossa tocada será até Plettenberg Bay, num trajeto curto, de aproximadamente 160Km. Na saída, uma passada em Supertubes beach pra dar uma conferida no mar, e tome estrada.

[com o staff do hostel hard rock backpackers]


 [detalhes do hostel]

 [detalhes do hostel]

 [detalhes do hostel]

 [vista do deck]


 [supertubes, jbay]

Esse trecho do caminho, começando pouco depois de JBay, em Stormsriver, e indo até Mossel Bay, é conhecido como Garden Route. É chamado assim por causa da beleza em volta da estrada, que lembra um bonito jardim. Nos arredores da Garden Route há alguns parques nacionais e reservas naturais, também.

 [pela garden route. adiante, alguns baboons atravessando]

Um dos mais famosos parques da região é o TsiTsiKamma. Resolvemos dar um pulo e ver a beleza do lugar. No caminho percebemos a presença dos baboons, uma espécie de macaco, cruzando a estrada. Em breve contaremos algumas experiências que tivemos com eles.

TsiTsiKamma

Chegando no parque, compramos o ticket [informações ao fim do post] e fomos até Storms River Mouth. O caminho até lá é bem bonito, com a estrada beirando o mar. Dentro do parque há algumas opções hospedagem, de bangalôs a casas para a família. Passamos por algumas que ficam nas rochas perto do mar que é coisa fina.



[apesar de constar 150 rand a entrada, pagamos bem menos]

[no tsitsikamma]



Deixamos o carro no estacionamento e pegamos a trilha até Storms River Mouth. Trilha leve, acho que uns 15~20 minutos caminhando e estávamos do outro lado do rio, passando pelas pontes suspensas. Muito bonito o visual do parque. Vale a pena o passeio.

 
[início da trilha]




[atravessando o storms river]


[no fim da trilha]

[já voltando]

[espaço para camping]

Saindo do parque, pegamos novamente a N2 e 27Km depois paramos na Bloukrans Bridge, onde a galera salta de Bungee Jump, pra almoçar. Na verdade, o almoço foi num restaurante da estrutura da Face Adrenalin [link no fim do post], empresa autorizada a realizar os saltos, que fica do lado da ponte. Lá pedimos um prato típico sulafricano, o Bobotie, mais um frango péri-péri, enquanto aguardávamos algum salto. Infelizmente durante o período em que ficamos, ninguém pulou. Mas curtimos o visual, que por si só já vale a parada por ali.

[Bloukrans Bridge]

[junto a ponte, tem a estrutura da face adrenalin, com acomodações]

[bobotie, à esquerda, e frango péri-péri]

Depois do almoço, mais um pouco de estrada e já chegamos em Plettenberg Bay. Demos uma volta rápida pela orla da cidade e paramos num mirante pra tirar uma foto pós-pordosol. O nosso hostel, ou melhor Guest Lodge, que é quando a família transforma sua residência em acomodação, não fica na parte urbana da cidade, mas na "rural". Demoramos um pouco pra achar o caminho pois o GPS não ajudou, e após sair do asfalto e chegar na estrada de barro, andamos por mais 1Km até chegar numa porteira de fazenda, só que estava fechada. E a gente leu no e-mail que recebemos deles a informação que deveríamos chegar antes das 18h para pegar o por do sol por lá e para que não tivéssemos dificuldade na hora de andar no barro. Beleza. Sem campanhia, o jeito foi pular a porteira e seguir caminho, deixando o carro do lado de fora. Andamos alguns poucos metros, e de dentro de uma casa saem 3 cachorros, latindo feito loucos, vindo em nossa direção. Paramos e esperamos acontecer alguma coisa. E aconteceu. De lá veio um coroa perguntando o que nós, forasteiros, queríamos. Falei da reserva e ele disse que erramos o caminho. Não tinha nenhum Guest Lodge por ali. Que merda... Voltamos pro carro, refizemos a trilha do começo e percebemos que tinha uma pequena placa no começo indicando que o caminho era para a direita, não para a esquerda, como fizemos :s. Agora sim, depois de 2Km de estrada ruim, chegamos até o portão de entrada. Esse sim, com campanhia!

[pela N2]

[plettenberg bay]

 [minipanorâmica]

Valeu a pena a chegar aqui. Fomos recebidos pelo casal Beverly e Mark, os simpáticos donos do lugar. Beverly apresentou o Lodge, e que lugar... Muito aconchegante. Fazia frio e já tinha uma lareira acesa, esquentando o ambiente. Havia várias sacadas de onde a gente tinha uma vista muito bacana da região. Assim como em outras hospedagens, aqui também é Pet Friendly, e eles criam uma porrada de cachorros. Só gigantes.

[um dos monstros da casa]

Fomos conhecer o quarto e depois nem nos animamos a sair da pousada, devido à mão de obra pra isso. Mas nem precisamos, pois ali tivemos um excelente jantar, feito pelo Mark, e ficamos de buena assistindo copa do mundo e curtindo a lareira.

 [jantar na pousada. macarrão à bolonhesa e harmbúrguer]

Aquele abrax!

Cabeça

---------------------

Dados de Bordo:

Km rodados: 160
Abastecimentos: 1
Gastos com abastecimento: 450 rand (~R$ 95) em TsiTsiKamma

Estrada
Rodovia N2. Pista simples. Excelente asfalto. Alguns Baboons atravessando.
Pedágios: 1
Gastos com pedágios: 40 rand (~R$ 8,50)
Para maiores informações sobre pedágios na África do Sul, acesse: http://www.routes.co.za/tollroads ou http://www.nra.co.za/live/content.php?Category_ID=52


Outros
Visita ao TsitsiKamma National Park: 80 rand (~R$ 17) pros dois
Face Adrenalin Bungee Jump, na Bloukrans Bridge.

Hospedagem
African Array Lodge [Plettenberg Bay] - 350 rand (~R$ 74. Uma diária, pro casal), estacionamento no próprio hostel. Sem café da manhã.

Alimentação
Almoço no restaurante do Face Adrenalin, Bloukrans Bridge: 150 rand (~R$ 32) pros dois, com as bebidas.
Janta na pousada, Plettenberg Bay: não lembro o valor...

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)