Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

17/06 - 5º dia » de East London a Jeffrey's Bay, via Port Elizabeth

Salve!

Mais um dia de viagem na manga. Até aqui, tempo bom, céu azul, sol lá em cima e temperatura agradável. Estamos no inverno e durante a noite e começo da manhã costuma esfriar bem, mas durante o dia é bem tranquilo. Como a pernada de hoje é mais ou menos curta, só 300Km, pudemos dormir um pouco mais. Até porque o hostel não oferecia café da manhã, então não havia motivo para levantar tão cedo. Hoje vamos até Jeffrey's Bay, com direito a uma passada em Port Elizabeth pra curtir o por do sol e ver qualequié a da cidade.

[pela N2]
A paisagem da estrada por aqui é bem agradável. Tudo muito verde e em alguns momentos dirigimos com praias bem ali do nosso lado. Esqueci de comentar anteriormente, mas nesse trecho da viagem, é comum vermos muita gente pedindo carona. Geralmente eles seguram placas indicando a sigla da cidade pra onde pretendem ir. Nesse trecho, vimos muitas placas com a sigla PE, de pessoas querendo ir a Port Elizabeth. Como o carro tava meio apertado, não demos carona dessa vez. Mas você lembra do episódio da carona "tensa" que nós demos lá na Argentina? Não fique na saudade. Acesse aqui e leia novamente.


 [sushine coast]

Após algumas horas de estrada, chegamos a Port Elizabeth. Devido a colonização britânica, a arquitetura da cidade remete a algumas cidades inglesas. Demos uma volta pelo litoral e fomos até um shopping procurar uma casa de câmbio.


 [chegando na cidade]

Trocamos a grana e fomos comer quase em frente, no Something Good Roadhouse. Ele fica em frente ao mar, então podemos comer curtindo um pouco a vista. Lá pedimos hambúrguer. Caramba, e que hambúrguer. Parece que todo sanduíche aqui é meio gourmet, mesmo os de fast food, pois quando comemos no Steers, a sensação foi muito boa, também. Eles capricham mesmo. E o melhor, tudo no precinho sulafricano. Vale a pena.

 [hamburguer do Something Good]

De lá fomos até o pier para esperar o por do sol. Caminhando pela orla era comum ver casais de idosos aproveitando a vida. Caminhando juntos, se exercitando juntos, almoçando juntos, namorando. Tudo sem supervisão dos filhos ou genros e noras. Não sei se dá pra expressar aqui, mas me transmitiu total independência para tudo. Principalmente para jantares e almoços românticos. Interessante.


 [pela orla de Port Elizabeth]

Chegando no pier, fizemos amizade com um artista de rua. Lotani é do Malaui e mora há 5 anos na África do Sul. Como ele é um imigrante ilegal, teve de recorrer a arte para sobreviver, pois ele disse que o que oferecem como pagamento por dia a um estrangeiro ilegal mal dá para comprar um prato de comida. Para dar uma força, compramos uma de suas obras. Curtimos o por do sol, coisa fina, no pier e corremos pra Jefrey's Bay.

[vista do pier]

[por do sol]

[meu brother Lotani, "ganja man"]

 [quando vier por aqui, se ligue no que pode e o que não pode fazer]

Quase uma hora de estrada depois, já à noite, chegamos em Jbay. Fomos para o hostel e, para nossa surpresa, encontramos um brasileiro por aqui, o Lucas, trabalhando no hostel. Alegria dele em nos ver, pois fazia um tempão que não conversava em português. Deixamos as coisas por lá e fomos dar uma volta pra rangar. Lucas indicou o Nina's, um bom restaurante, que tem de todo tipo de comida e fica pertinho. Fomos lá e pedimos comida tailandesa. Muito bom o tal de Pad Thai. E o valor? Veja ali embaixo porque é até constrangedor falar por aqui...

Depois, uma passada numa liquor store pra comprar birita e fomos pro hostel torcer, porque hoje tem Brasil em campo!

Aquele abrax!

Cabeça

---------------------

Dados de Bordo:

Km rodados: 380
Abastecimentos: 0

Estrada
Rodovia N2. Pista simples. Excelente asfalto.

Pedagios: 0

Hospedagem
Hard Rock Backpackers [Jeffrey's Bay]- 350 rand (~R$ 74. Uma diária, pro casal), estacionamento no próprio hostel. Sem café da manhã.

Alimentação
Almoço no Something Good, Port Elizabeth: 140 rand (~R$ 30) pros dois, com as bebidas.
Janta no Nina's, Jeffrey's Bay: 130 rand (~R$ 28) pros dois, com as bebidas. O Pad Thai de camarão custa 52 rand (~R$ 11,00!)

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)