Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

16/01 - 21º dia » por Buenos Aires/ARG e San Isidro/ARG

Ó só, dica do gerente: nunca, veja bem, nunca deixe pra publicar seus posts de viagem depois de uma viagem! Se puder, faça durante. Pra mim, arrumar ânimo e tempo pra fazer isso agora tem sido complicado. Mas falta pouco, então vamo que vamo.

Bom, dormi muito bem de ontem pra hoje. Tava cansadaço, pois desde a saída de El Calafate a gente vinha nesse regime de estrada todos os dias, o dia todo. Antes de dormir, ontem acertamos esquemas diferentes dentro do grupo. Como Mel não conhecia a capital, ela e Vitão iriam curtir Buenos Aires loucamente enquanto eu e Angélica faríamos um esquema mais leve, conhecendo San Isidro e arredores.

[vista da catedral de san isidro]

Pois bem, quando acordamos Mel e Vitão já tinham vazado. Tomamos um cafezinho e partimos pra explorar o que San Isidro tem pra nos oferecer. De cara, quando saímos percebemos que San Isidro é uma cidade muito arborizada. Suas ruas são carregadas de árvores, o que traz um clima aprazível pros seus bairros. Localizada a cerca de 20km da capital, San Isidro faz parte da região metropolitana. Por sua estrutura e tranquilidade, é bastante procurada por quem trabalha em Buenos Aires e arredores. É muito rápido e fácil o acesso a capital.

Começamos o tour pelo centro de San Isidro. Sua parte histórica é marcada pela catedral em estilo gótico. Mais abaixo, atravessando a praça Mitre, chegamos até rua LaSalle, que é bastante movimentada durante a noite, cheia de bares e restaurantes. Aliás. é uma marca de San Isidro. É uma cidade muito bem servida de opções para happy-hours. Em frente a praça, temos a estação de trem de San Isidro. Infelizmente não fizemos um passeio que é bem conhecido por aqui, que é o Tren de La Costa, que vai de Buenos Aires a Tigre, passando por San Isidro. Uma pena, mas vai ficar pra próxima.

 [estação do tren de la costa]

[plaza mitre. assim como outras, tem wifi livre]


Depois de rodar pelo centro, fomos até Peru Beach, uma prainha daqui que é sucesso no verão. Situado às margens do Rio da Prata, Peru Beach é uma prainha fechada, que conta em seu interior com uma estrutura para gastronomia e entretenimento. Conta com alguns bares, paredão pra escalada, quadra de hóquei, escolas e aluguel de material para esportes náuticos, como Stand-Up Paddle, KiteSurf, WindSurf, e por aí vai. Um lugar bem gostoso pra passar o tempo. E como o calor aqui tava foda, nada melhor que uma Heineken nesse point. Uma parada que ajuda é que em cima das mesas ficam aqueles "sprinklers", que ficam borrifando água nos clientes. Interessante.

 [entrada de peru beach]




 [paredão de escalada ali à direita]

Saindo de Peru Beach, demos um pulo na cidade vizinha de Tigre. Chegando lá fomos direto ao Puerto de Frutos. O Porto é um grande centro de artesanato na beira do rio Luján. Lá também encontramos várias lojas de móveis, decoração, souvenirs em geral, além de muitos bares e restaurantes, barracas de frutas, bebidas, e o escambau. Um lugar muito agradável para se passar o tempo.
Logo ao lado do Porto fica o Parque de La Costa, um grande parque de diversões, mas que estava fechado no dia do nosso rolé.

 [entrada ao puerto de frutos]







[são vários ambientes diferentes dentro do porto]

 [nós e andreia]


Fim de tarde, voltamos pra casa de Andreia, onde ficamos relaxando à beira da piscina. Coisa fina. Mais tarde, depois de um cochilo fomos à Buenos Aires, jantar em Puerto Madero. Lá encontramos nossos amigos Vitão e Mel, depois do rolé deles. Eles bateram perna por toda Buenos Aires, praticamente, e ao chegar no restaurante tinham acabado de sair do show FuerzaBruta. Contaram que é um espetáculo argentino fora do comum, com alto nível de interação entre os artistas e o público. Jantamos no La Bistecca, mas não valeu a pena. Muito caro, buffet com pouca opção e também pouca opção de carne. Deixou a desejar. Saímos de Puerto Madero e voltamos pra casa. Um pouco de bate papo e cama. Amanhã continuamos a jornada em direção à nossa casa.

 [puerto madero]

Gostei muito desse passeio que fizemos. Talvez nunca conhecesse San Isidro e Tigre não fosse pela oportunidade que tivemos ficando na casa de Andreia e Rodrigo. Nossos anfitriões, sem comentários. Ou melhor, todos os comentários. Andreia, Rodrigo, nosso muito obrigado. Vocês foram super hospitaleiros e são de um astral fora do comum. Valeu mesmo!

----

Dados de Bordo (sim, breve)

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)