Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

12/01 - 17º dia » de Puerto San Julián/ARG a Comodoro Rivadavia/ARG

Arrepia, capiba! Boca de Caiêra!

Sim, estamos vivos! Não perca a conta. Décimo sétimo dia de viagem e subindo. Saímos de Puerto San Julián lá pelas 10h, após um cafezinho simples na pousada. Na saída, como sempre, checagem do combustível e pneus. Se o tanque tiver do meio pra baixo, completamos. Assim fomos até um YPF fazer o abastecimento. Passei por um dentro da cidade, vazio, mas um pouco fora de mão. Não entrei. Na saída da cidade tem um que é caminho. Chegando lá, lotado. Volto no anterior, que era fora de mão, lotado. Caradjo, fico invocado com volta desnecessária. Posso passar o tempo que for na estrada, mas se eu tiver que voltar 15, 10Km pra pegar alguma coisa esquecida ou fazer o que eu fiz nesse abastecimento, fico puto. E o pior, não aprendo com meus erros. Mas beleza, depois de descarregar um pouco no carro - me desculpem, amigos - vamo que vamo.

[saída do hotel florida blanca em puerto san julian]


A ideia de hoje era ir até Puerto Madryn, numa pernada grande, de uns 800Km. Isso pra amanhã a gente poder aproveitar alguns passeios da região, já que tem muita coisa pra se fazer por perto, como Península Valdéz e Punta Tombo. Com isso, havia muita estrada a ser comida. No caminho, decidimos por parar pra almoçar no Patagônia Hotel, em Caleta Olivia, que foi onde ficamos e jantamos na vinda e que tem um spaghetti com frutos do mar que foi quase uma unanimidade junto aos membros da equipe.

[a região é referência na exploração de petróleo]

 [homenagens ao gauchito]

[de caleta olivia a comodoro vamos quase o tempo à beira mar]

Na parada em Caleta Olivia, vimos que essa pernada longa hoje não ia ser uma boa, pois Punta Tombo, que é um dos passeios, fica 180Km antes de Puerto Madryn. Ou seja, passar até Puerto Madryn, para amanhã voltar 180Km, pra depois avançar 180Km, não seria inteligente, logisticamente falando. Dessa forma, resolvemos atracar em Comodoro Rivadavia, que fica a 80 Km de Caleta Olivia.

Era domingo e fazia um calor monstro. E o que se viu, lá pelas 17h, era a massa procurando seu lugar ao sol nas praias que ficam às margens da Ruta3, no trecho entre Caleta Olivia e Comodoro. E que massa. Foi algo que me chamou atenção, pois era muito carro na estrada, e fora dela também.


 [não sei se dá pra ter noção do tamanho da fila]

[ainda bem que a gente tava no contra-fluxo]

Chegamos em Comodoro lá por 18h. Na ida passamos por fora não deu pra ter noção do tamanho da cidade. Agora, adentrando, é que percebemos que é uma grande cidade e bem estruturada, também. Como chegamos cedo, não foi difícil arrumar lugar pra ficar. Carminha guiou a gente com precisão aos hotéis e decidimos ficar num que tava do nosso agrado e cabia no bolso. No papo com a dona do hotel deu pra perceber que Comodoro sofre do mal de algumas grandes cidades, que é a violência. Falou pra não dar vacilo com as coisas no carro, por risco de roubo, e num jornal que havia no hotel vi algumas notícias de assassinato pela região.

[chegando]



[fachada do hotel]


 [bagunçaiada]

Cansados, resolvemos bodear cedo, enquanto Vitorino e Mel davam o rolé nas cercanias do hotel. Por hoje foi isso. Se ligue, que amanhã tem pinguinera em Punta Tombo.

Abrax!

-----------------------

Dados de bordo (em breve)

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)