Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

11/01 - 16º dia » de El Calafate/ARG a Puerto San Julián/ARG

Comequié?! Na paz de Jah?

Saímos do hostel como de costume, na hora do check-out, às 10h. Na saída nos despedimos do milonguero senhor Norberto. Muito simpático, o coroa se apresenta com shows de tango na região e já esteve até no Brasil mostrando seu bailado. O ziriguidum de hoje é até Puerto San Julian. Por lá demos uma passada rápida na vinda, bem na hora do almoço, quando tudo fecha. Fazia frio, ventava muito e por causa do horário a cidade tava deserta, parecia cidade fantasma. Hora de tirar isso a limpo.

[nosso hostel em El Calafate]





Como a perna de hoje é de 600Km, tentamos fazer numa tocada só, sem parada pra almoço no meio do caminho. Fizemos um lanche pra ir matando no caminho e combinamos de parar pra esticar as pernas só lá pelas tantas. Saímos de El Calafate sentido La Esperanza, para de lá descermos até Río Gallegos e, aí sim, subindo rumo Puerto San Julian. Dar essa volta é meio indignante. Briguei com Vitorino algumas vezes achando que era possível vir em linha reta, de El Calafate, até a Ruta 3, sem ter que passar por rípio. Infelizmente ainda não tem como, e como esse trecho em linha reta horizontal é de mais de 200Km de rípio, temos que dar essa volta, buscando somente o asfalto.






Era umas 17:30 quando chegamos em Puerto San Julian. Já não ventava nem fazia frio. Pelo contrário, sol e calor, isso quase 18h. E tinha uma galera na rua. Até uns locos fazendo kitesurf naquela água gelada. Depois do reconhecimento, fomos procurar uma hospedagem. Encontramos a Florida Blanca, que é boa  e tem valor dentro do esperávamos. Como naquele horário os restaurantes estavam fechados, puxamo um ronco e perto das 21h saímos pra jantar no restaurante Rural. Bom, também. Depois, mais uma volta pela orla e pegamo o beco. Amanhã tem chão.






Aquele abrax!

Cabeça

----------------------

Dados de bordo

Devido a correria, será atualizado ao fim da viagem

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)