Postagens

Mostrando postagens de 2014

Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

Resumo informativo África do Sul

Imagem
************** Obs.: Dentro de cada cada dia tem o link para os sites dos hostels, hotéis e pousadas onde ficamos; restaurantes e bares em que comemos; passeios que fizemos; parques que visitamos; estradas por onde andamos; vinícolas que visitamos, etc.
**************


Aqui embaixo está a reunião das informações importantes da nossa viagem a África do Sul:

07/07 - 25º dia » de Joanesburgo voltando ao Brasil

Imagem
Shosholosa pra vocês!

Chegamos ao último dia de viagem pelas bandas sulafricanas. Hoje é só pegar o beco.

Arrumamos tudo ontem à noite, então só acordamos bem cedo, socamos as coisas no carro e fomos pro aeroporto. Saímos com bastante antecedência, então a chegada lá foi tranquila. O trâmite de devolução do carro foi rápido e eficiente como foi da entrega em Cape Town. Rapidinho fomos fazer o check-in. Esquecemos de comprar cadeados e eu tava um tanto cismado em mandar as malas desse jeito. O que a gente tinha de valor a gente não ia despachar, beleza. Só que o que a gente ia despachar era lembranças de viagem. Pode não ter valor financeiro, mas tem um valor simbólico de tudo o que esse país nos trouxe de bom. Sinceramente achei que ia dar zebra, mas joguei na confiança.

 [caminho para entregar o carro]

06/07 - 24º dia » por Joanesburgo - Rosebank e Sandton

Imagem
Uepa!

Penúltimo dia de viagem, hoje vamo só comprar algumas lembranças pra levar no FleaMarket de Rosebank e em Sandton.

Acordamos e fomos pegar um café da manhã na vizinhança mesmo, na 7th street. Aqui eles tem um esquema de café que nos agrada: torrada, ovo, bacon, cebola , tomate e cogumelo. Muito bom. Pedimos um pra cada, mandamo ver e corremos.

 [cafezaço]

05/07 - 23º dia » por Joanesburgo - Apartheid Museum e Soweto

Imagem
Chegando e cantando, em ritmo de festa!

Hoje vamo perambular por Joanesburgo. Neighbourgoods Market, Apartheid Museum e Soweto estão na pauta. Pra encerrar o dia, passeio na cervejaria World of Beer.

Como a diária no hostel não inclui café da manhã, acordamos, nos arrumamos e saímos pra comer na rua. Stu, nosso camarada de copo que conhecemos ontem à noite, tinha indicado um mercado de gastronomia que tem no centro de Joanesburgo, em Braamfontein, o Neighbourgoods Market. Braamfontein fica perto de Melville, então chegamos lá ligeirinho. O mercado fica no térreo e no primeiro andar de um prédio que pra mim parecia desativado, mas como era sábado não sei. No primeiro andar tem uma área aberta pra galera comer com mais tranquilidade, longe do tumulto da parte interna. Era umas 9 da manhã e já tinha muita gente circulando por ali. O mercado tem muitas barracas, cada um com um tipo de comida e não lembro de ter visto artigos ou comidas repetidas de uma barraca pra outra. Demos um giro, pe…

04/07 - 22º dia » de Midrand a Joanesburgo

Imagem
Ê, papai!

Hoje o dia vai ser em Joanesburgo e logo mais à noite tem jogo do Brasil.

Dormimos bem de ontem pra hoje. Sem muita pressa pra sair pela manhã. Como a gente não pagou o café da manhã, Angélica foi num mercado próximo comprar algumas coisas pra gente rangar e ficar de buenas. A gente esperava a hora de checkout. Com tranquilidade, pesquisamos onde tinha uma locadora de carro por perto. Pra nossa sorte, no aeroporto de Midrand, pra aviões de menor porte, havia uma filial da Budget. Demos uma pernada do hotel até lá, pegamos o carro e voltamos ao hotel pra buscar as coisas.

[chegando em joanesburgo]

De 30/06 a 03/07 (18º ao 21º dia) - Safari no Kruger Park, com a Nomad Africa

Imagem
Comequié!?

Vou considerar esse post como sendo um Relato-Guia do safari Kruger Park econômico (se não no financeiro, no número de dias por lá, pelo menos...). Como foram 4 dias (3 noites) safareando pelo Parque Nacional, achei melhor sintetizar tudo num post só. Até porque durante esse tempo não ficamos de carro. Utilizamos a estrutura da empresa que contratamos para o passeio. Vou tentar organizar as ideias da melhor forma possível, bem como seguir a ordem cronológica dos fatos. Então, vamo lá.

[Confira as informações úteis ao fim do post]

[ponto de encontro no belvedere estate]

29/06 - 17º dia » de Cape Town a Johannesburg

Imagem
Salve, salve!

Hoje é dia de pegar o beco. Depois de oito dias em Cape Town é hora de arrumar as coisas e migrar pra Johannesburg. Aproveitamos bem a passagem por aqui. Claro, tinha uma porrada de coisa que ainda dava pra fazer, mas não dá pra reclamar. Oito dias deu pra rodar um bocado. E, como sempre dizem, é bom sempre deixar algo pra conhecer em outra oportunidade pra ter o pretexto pra voltar naquele lugar. Como se Cape Town precisasse de pretexto pra ser visitada...

 [entrada do big blue hostel. nossa casa por oito dias]

28/06 - 16º dia » por Cape Town - Table View, Milnerton, Hout Bay, Water Front

Imagem
Opa. E aí?!

Sabadão, penúltimo dia de Cape Town. Hoje o dia envolve passear por Cape Town, almoçar em Hout Bay e procurar um lugar mais ou menos pra assistir o jogo do Brasil contra o Chile.

Logo depois do café, saímos da região do Green Point onde estamos hospedados e pegamos rumo Table View, que fica do outro lado de Cape Town, pra onde ainda não tínhamos ido. Viemos pra cá por sugestão do Helinton, no bate-papo de ontem. Inicialmente, a gente queria fazer o passeio até a ilha onde Mandela ficou preso, a Robben Island, mas conversando com ele e ouvindo outros relatos, por se tratar de um lugar pesado, resolvemos não ir. Helinton disse que valeria mais a pena ir a Table View que teríamos uma vista da Table Mountain parecida com a vista a partir da ilha. Então fomos buscar a Table View.

 [table mountain a partir de table view]

27/06 - 15º dia » por Cape Town - Constantia e Newland Brewery

Imagem
Belezura?!

Hoje é dia de encher a cara. A ideia é conhecer os vinhedos de Cape Town mesmo, encontrar o Helinton e visitar uma cervejaria por aqui, também. Vamos começar por este último.

Saímos corrido da pousada na esperança de chegar até às 11h na cervejaria, Newlands Brewery, horário de visita, de acordo com o que estava no site deles. Com GPS querendo nos sabotar, rodamos, nos perdemos e nos achamos a tempo de chegar exatamente às 11h por lá. Ao chegar, perguntaram se a gente tinha agendado. Claro que não. Depois nos informaram que pela manhã não haveria visita guiada. Somente pela tarde, 17h. Como não tinha o que fazer, demos uma volta pela loja e compramos alguns souvenirs. Dentre eles, um cooler sanfonado. Ou seja, não tá usando, comprime o bicho e guarda ele dentre de uma mochilinha qualquer. Prático pacaramba.

[souvenirs]
[newlands brewery]

26/06 - 14º dia » por Cape Town - Vinhedos em StellenBosch e Franschhoek

Imagem
Salve, Simpatia!

Hoje é dia de conhecer uma das maravilhas da África do Sul, que são seus vinhos e vinhedos. Aqui pertinho de Cape Town, aliás, até em Cape Town, tem uma forte região produtora de vinhos. E o melhor, ao preço sul-africano, ou seja, barateza. Tiramos o dia hoje pra conhecer StellenBosch e Franschhoek.

 [chegando em StellenBosch]

25/06 - 13º dia » por Cape Town

Imagem
Uepa!

Hoje é dia de passear pelo centro de CapeTown. Fizemos nosso café da manhã no hostel e saímos pra desbravar o centro. Apesar de perto, fomos de carro, pois o estacionamento no centro é muito barato. Cinco minutos depois a gente tava no centrão.

 [adentrando no centro]
Começamos o passeio pela Long Street, que é uma das mais movimentadas. Não sei se as lojas aqui abrem mais tarde ou se o povo não costuma passear pela manhã, pois era mais ou menos 10h e não tinha movimento algum por aqui. Pouca gente perambulando. Tá certo que tava frio, mas nem tanto assim a ponto de afugentar o povo.

24/06 - 12º dia » por Cape Town (Cabo da Boa Esperança)

Imagem
Salve, rapeize.

Mais um dia na África do Sul e estamos curtindo pacaramba esse lugar aqui. Como tem muita coisa pra fazer e o tempo é curto, vamo que vamo.
Hoje a ideia é irmos até o Cabo da Boa Esperança, sempre beirando o mar e almoçar em Kalk Bay, na volta do passeio, por indicação do nosso brother Helinton.

[saída de Cape Town]

23/06 - 11º dia » por Cape Town - Table Mountain

Imagem
Fuja, loco!

Hoje é nosso primeiro dia de Cape Town de verdade, dia de fazermos um típico passeio turístico de Cape Town. Vamos conhecer a Table Mountain. Pra ir até o topo da montanha é necessário que o tempo esteja ajudando. Com tempo fechado ou possibilidade de chuva eles não liberam o acesso, então é bom consultar o site oficial do Table Mountain National Park com antecedência para ver qualé a situação do dia pretendido.

[pra quem vai subir de bondinho, ali é onde se compra o ticket]
 [caminho para a trilha pra quem vai à pé]

22/06 - 10º dia » de Mossel Bay a Cape Town

Imagem
Salve, salve!

Olhaí o décimo dia na área. O dia em que finalmente chegaremos ao fim da rodovia N2, na Cidade do Cabo. Como a gente tinha algumas coisas compradas em supermercado, fizemos o nosso café da manhã por conta, já que no hostel não tinha, e zarpamos lá pelas 9 da matina.


[amanhecer em Mossel Bay]

21/06 - 9º dia » de Oudtshoorn a Mossel Bay, via Garden Route

Imagem
Simbora, neném!

Nono dia de viagem na área. Dormimos bem. O quarto é bem aconchegante e aquecido. Com o frio lá fora, fica difícil criar coragem pra sair. O café da manhã é servido fora do quarto, mas também tem um aquecedor que mantém o ambiente em temperatura agradável. Como conseguimos fazer o passeio da Cango Caves ainda ontem, após o café já tocamos até o próximo destino: Mossel Bay. Daqui até lá é ligeirinho, 90Km somente.

[pela R328, caminho para Mossel Bay. Baboons na área]

20/06 - 8º dia » de Wilderness a Oudtshoorn, via Garden Route

Imagem
Sim, mas...

Acordamos cedo pra pegar o café da manhã continental da pousada. Café da manhã que é coisa rara nessa viagem, já que a maioria das diárias que pegamos não conta com isso. O café da manhã estilo continental, tem pão, ovo, presunto, queijo, cereais, iogurte, suco, salada de fruta e por aí vai. É bem interessante. Tomamos o cafezão, pegamos as coisas e fomos embora.

[vista da nossa varanda]

19/06 - 7º dia » de Plettenberg Bay a Wilderness, via Garden Route

Imagem
Cheguemo de volta!

O tempo virou essa noite. Choveu tudo o que podia e o que não podia. Pra dormir foi massa. Como a perna de hoje é curta, mais ou menos 80Km até Wilderness, e a hospedagem não inclui café da manhã, pudemos dormir de buena, sem aperreio pra acordar. Detalhe, apesar de não oferecerem café da manhã, as pousadas sempre oferecem um serviço básico, como café, leite e água e, vez ou outra, uma bolachinha como cortesia. Já é o desjejum... Batemos um papo com o casal, pegamos a bagagem e zarpamos.

[nosso quarto em plettenberg bay]

18/06 - 6º dia » de Jeffrey's Bay a Plettenberg Bay, via Garden Route

Imagem
Comequié?!

Depois da boa dormida no HardRock Backpackers, chegou a hora de desmontar acampamento. Tomamos um café da manhã com a equipe do hostel e zarpamos. Hoje nossa tocada será até Plettenberg Bay, num trajeto curto, de aproximadamente 160Km. Na saída, uma passada em Supertubes beach pra dar uma conferida no mar, e tome estrada.

[com o staff do hostel hard rock backpackers]

17/06 - 5º dia » de East London a Jeffrey's Bay, via Port Elizabeth

Imagem
Salve!

Mais um dia de viagem na manga. Até aqui, tempo bom, céu azul, sol lá em cima e temperatura agradável. Estamos no inverno e durante a noite e começo da manhã costuma esfriar bem, mas durante o dia é bem tranquilo. Como a pernada de hoje é mais ou menos curta, só 300Km, pudemos dormir um pouco mais. Até porque o hostel não oferecia café da manhã, então não havia motivo para levantar tão cedo. Hoje vamos até Jeffrey's Bay, com direito a uma passada em Port Elizabeth pra curtir o por do sol e ver qualequié a da cidade.

[pela N2]

16/06 - 4º dia » de Durban a East London

Imagem
Hoje retomamos a estrada após uma breve passagem por Durban. É mais um dia de muito chão até East London. Acordamos cedo, antes das 7 da matina, arrumamos a bagagem, fizemos o nosso café da manhã, rangamos e zarpamos. Antes de zarpar, claro, uma conferida no marzão que tava logo abaixo da gente.

[amanhecer em Durban]

15/06 - 3º dia » por Durban

Imagem
Terceiro dia de viagem, hora de conhecer um pouco de Durban. Não levantamos cedo, por vacilo. Acordamos de madrugada, ainda desorientados com o fuso e depois dormimos além da conta. Nossa missão hoje é somente conhecer o Estádio de Futebol de Durban, o Moses Mabhida, e o oceanário de Durban, no Ushaka Marine World.

Saímos do hostel perto de meio dia, com tempo bom e temperatura agradável. Deu pra ficar de camiseta, numa boa. Ao chegar ao estádio já havia saído uma turma para a visita interna, que é de hora em hora. Compramos o ticket para a visita que iria iniciar às 13h. Também compramos tickets pro skytour, que é feito por um bondinho que leva os visitantes do solo até o topo do estádio, no centro. Coisa de maluco o negócio. Enquanto não dava a hora, paramos num botequinho pra tomar uma. Gostei do padrão deles de servir chopp (drafts). Num copão de 500ml. Muito bom. Algumas cervejas populares aqui: Black Label, Hansa, Castle e Windhoek. Mais adiante falo mais sobre as cervejas que s…

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)

Imagem
Segundo dia de viagem. Agora sim, ela começa. Nosso roteiro de viagem é o seguinte: de Joanesburgo a Cidade do Cabo, indo pelo litoral, curtindo a Garden Route. Ao todo serão 2000km que rodaremos, ou algo perto disso. Os dois primeiros dias serão os mais pesados em termos de km rodados. A primeira perna será de Joanesburgo a Durban, que já é litoral, e terá um total de 590km.

 [do jeito que eu gosto]
A manhã amanheceu gelada. Por volta de 3 graus. Como já sabíamos que ia estar bastante frio, viemos preparados em termos de agasalhos. Tomamos um bom café da manhã na pousada e voltamos pra cama. Dormimos até umas 11h, quando, enfim, pegamos o bonde.

13/06 - 1º dia » Chegada a Joanesburgo/AFS

Imagem
África do Sul, cheguemo!

Depois de 8 horas de vôo entre Guarulhos/BRA e Joanesburgo/AFS, chegamos ao aeroporto internacional O.R. Tambo. Esse vôo foi de 8 horas, mas a jornada entre a saída de Curitiba e a chegada em Joanesburgo foi de mais de 24 horas. Chegamos só o bagaço.

[na ala do torcedor em guarulhos, onde passamos o dia esperando o vôo]
 [novo terminal de guarulhos, recém inaugurado]
No desembarque, feito o procedimento de imigração, fomos em uma das tantas casas de câmbio do aeroporto trocar nossa merreca em dólar por Rand, moeda local. A cotação é mais ou menos essa 1 Rand = R$ 0,21. Um dos motivos que nos levou a escolher esse país foi a possibilidade de passar um bom tempo aqui gastando até menos do que gastaríamos no Brasil com transporte, alimentação e hospedagem.

Comendo estradas sul-africanas

Imagem
Salve, salve!


Tamos ai, nas quebradas novamente. Chegou a hora de iniciarmos mais uma temporada do ComendoEstrada. Dessa vez, alcamos voos mais altos. Atravessamos o Atlantico e chegamos ate as pradarias africanas. Sim, senhores. O Comendo Estrada apresentara a voces nessa serie, os caminhos que cortam o territorio sul-africano. Fiquem perto e aproveitem a viagem.

Cabeca e Angelica

[Como o teclado e internacional, vao me desculpando a falta de acentos]

19/01 - 24º dia » de Imbituba/SC a Curitiba/PR

Imagem
Salve!

Depois de um bom e merecido sono, a galera acordou mais cedo e foi dar um rolé e mergulhar no marzão catarinense. Eu, apesar de querer muito tomar um banho de mar, não consegui levantar e dormi enquanto eles aproveitavam.

Na volta deles, tomamos café e pegamos a estrada. Meu medo em particular era pegar o trânsito na volta da praia pra muita gente, já que era domingo, tempo bom e período de férias. Nos despedimos da rapa de Imbituba e vazamos por volta de meio-dia.

[com os anfitriões]

18/01 - 23º dia » de Tuacarembó/URU a Imbituba/SC

Imagem
Penúltimo dia de viagem chegando. Olhaí, que beleza! E você achando que essa era uma viagem sem fim...

Saímos de Tacuarembó por volta das 10 da matina. A intenção inicial de hoje era chegar em Porto Alegre ao fim do dia. Se rolasse uma disposição maior, esticaríamos um pouco mais.

[tacuarembó pelo dia]

17/01 - 22º dia » de Buenos Aires/ARG a Tuacarembó/URU

Imagem
Depois da rápida passagem por San Isidro, é chegada a hora de desarmar o coreto e pegar a estrada. Andreia, Rodrigo, Rafa, mais uma vez nosso muito obrigado. Sintam-se parte da gang dos comedores de estrada.

[antes da partida, com nosso anfitriões. faltou rodrigo, o violeiro]

16/01 - 21º dia » por Buenos Aires/ARG e San Isidro/ARG

Imagem
Ó só, dica do gerente: nunca, veja bem, nunca deixe pra publicar seus posts de viagem depois de uma viagem! Se puder, faça durante. Pra mim, arrumar ânimo e tempo pra fazer isso agora tem sido complicado. Mas falta pouco, então vamo que vamo.

Bom, dormi muito bem de ontem pra hoje. Tava cansadaço, pois desde a saída de El Calafate a gente vinha nesse regime de estrada todos os dias, o dia todo. Antes de dormir, ontem acertamos esquemas diferentes dentro do grupo. Como Mel não conhecia a capital, ela e Vitão iriam curtir Buenos Aires loucamente enquanto eu e Angélica faríamos um esquema mais leve, conhecendo San Isidro e arredores.

[vista da catedral de san isidro]

15/01 - 20º dia » de Bahia Blanca/ARG a Buenos Aires/ARG

Imagem
E aí? Comequié?!

Hoje a gente vai fazer a tocada até Buenos Aires. Na verdade San Isidro, cidade vizinha onde nossa prima mora. Devido ao curto tempo dessa viagem e ao trecho longo que estamos percorrendo, a viagem se resume a estrada e mais estrada, parando somente nas "cidades-dormitório", o que torna a rotina cansativa. Principalmente considerando que muitas das cidades da volta são as mesmas que paramos na ida, aí não tinha aquele lance da surpresa no que estava por vir. Uma parada como a de ontem, em Bahia Blanca, por exemplo, não acrescentou muito.

[fachada do hotel victoria, em bahia blanca]

14/01 - 19º dia » de Puerto Madryn/ARG a Bahia Blanca/ARG

Imagem
Acorda pra tomar gagau!

Décimo nono dia de viagem na área. Antes de pegar a estrada, tive que cumprir uma obrigação em Puerto Madryn, que era tentar reaver meu cartão, que eu havia esquecido num caixa eletrônico no Banco de La Nacion. Sobre as possibilidades pro paradeiro do meu cartão estavam: o próximo a ter usado a máquina ter levado pra casa; o próximo a a ter usado a máquina colocar por baixo da porta, pra dentro da agência; a própria máquina reter o cartão e estar por lá mesmo. Aguardei a abertura da agência, lá pelas 10h e fui lá. Procurei um atendente, expliquei o que ocorreu há duas semanas e o que parecia mais improvável ocorreu. A máquina reteve o cartão, já que eu demorei a pegá-lo. Sensacional.

 [ambiente do hostel la tosca]

13/01 - 18º dia » de Comodoro Rivadavia/ARG a Puerto Madryn/ARG

Imagem
Salve, simpatia!

Arrumamos as coisas relativamente cedo, e antes das 7 da matina saímos do hotel em Comodoro em direção a Punta Tombo, ou seja, mais ou menos 400 km pra percorrer agora pela manhã. Punta Tombo é conhecido por ter a pinguinera mais fértil da patagônia. Em determinadas épocas do ciclo de vida do pinguim, a região chega a receber cerca de 250 mil casais de pinguins ao mesmo tempo. Isso mesmo. 500.000 pinguins perambulando com andar faceiro, esbanjando malandragem pra alegria da turistaiada. Não por acaso a visita a Punta Tombo era aguardada com uma certa ansiedade.


12/01 - 17º dia » de Puerto San Julián/ARG a Comodoro Rivadavia/ARG

Imagem
Arrepia, capiba! Boca de Caiêra!

Sim, estamos vivos! Não perca a conta. Décimo sétimo dia de viagem e subindo. Saímos de Puerto San Julián lá pelas 10h, após um cafezinho simples na pousada. Na saída, como sempre, checagem do combustível e pneus. Se o tanque tiver do meio pra baixo, completamos. Assim fomos até um YPF fazer o abastecimento. Passei por um dentro da cidade, vazio, mas um pouco fora de mão. Não entrei. Na saída da cidade tem um que é caminho. Chegando lá, lotado. Volto no anterior, que era fora de mão, lotado. Caradjo, fico invocado com volta desnecessária. Posso passar o tempo que for na estrada, mas se eu tiver que voltar 15, 10Km pra pegar alguma coisa esquecida ou fazer o que eu fiz nesse abastecimento, fico puto. E o pior, não aprendo com meus erros. Mas beleza, depois de descarregar um pouco no carro - me desculpem, amigos - vamo que vamo.

[saída do hotel florida blanca em puerto san julian]

11/01 - 16º dia » de El Calafate/ARG a Puerto San Julián/ARG

Imagem
Comequié?! Na paz de Jah?

Saímos do hostel como de costume, na hora do check-out, às 10h. Na saída nos despedimos do milonguero senhor Norberto. Muito simpático, o coroa se apresenta com shows de tango na região e já esteve até no Brasil mostrando seu bailado. O ziriguidum de hoje é até Puerto San Julian. Por lá demos uma passada rápida na vinda, bem na hora do almoço, quando tudo fecha. Fazia frio, ventava muito e por causa do horário a cidade tava deserta, parecia cidade fantasma. Hora de tirar isso a limpo.

[nosso hostel em El Calafate]

10/01 - 15º dia » em El Calafate/ARG

Imagem
Hola! Qué te pasa? No pasa nada!

De manhã, um desayuno que, segundo senhor Norberto, era uma gentileza. Café, leite e algumas torradas. A tarefa do dia de hoje é curtir o glaciar Perito Moreno.

Glaciar Perito Moreno
Perito Moreno é um glaciar Argentino que está situado entre os 47º e 51º de latitude sul. Ela se estende desde o campo de gelo Patagônico Sul, na fronteira entre Argentina e Chile, até o braço sul do Lago Argentino, possuindo cinco quilômetros de largura e 60 metros de altura. Seu nome é uma homenagem a Francisco Pascasio Moreno, criador da Sociedade Científica Argentina e um renomado pesquisador da região austral daquele país. O glaciar é considerado uma das reservas de água doce mais importantes do mundo [wp].

09/01 - 14º dia » de Punta Arenas/CHI a El Calafate/ARG

Imagem
Uepa! Quem não dança, segura a criança!

Fim da passagem por Punta Arenas e do passeio por uma cidade chilena. Uma cidade que deixou uma boa impressão por vários motivos, e um país que merece ser revisitado. Não temos nos esforçado muito pra sair cedo e pegar a estrada nessa viagem. Geralmente temos saído na hora que expira a diária, lá pelas 10h da manhã. E assim o fizemos. Tomamos o café da manhã, um dos melhores até aqui, com iogurte, suco, café, leite, pão e geléia, juntamos as coisas, e saímos.


08/01 - 13º dia » em Punta Arenas/CHI

Imagem
E aí? Comequié?!

Décimo terceiro dia de viagem na área e hoje continuamos nosso tour por Punta Arenas. Ontem, eu e Angélica ficamos até mais tarde passando a limpo os gastos da viagem até aqui. Por conta disso, hoje não consegui tomar café com a galera e dormi um pouco mais. A obrigação do dia de hoje era a revisão do carro. Sim, pois já rodamos quase 6000Km e no acumulado já chegou na hora de revisar o bicho. Procuramos uma concessionária e lá nos indicaram uma oficina autorizada a fazer o serviço. Chegando lá o atendente disse que o serviço poderia ser agendado só pra fevereiro. Sem chance. Demos uma volta e encontramos uma outra oficina em que os caras também fariam o serviço. Como já era perto de meio-dia e aqui eles também tem o esquema da sesta, tivemos que esperar a pausa do almoço para levar o carro pro serviço.


07/01 - 12º dia » em Punta Arenas/CHI

Imagem
Buen dia, señores.

Hoje é dia livre, como Vitorino costuma dizer. Ou seja, podemos dormir até um pouco mais e o roteiro é incerto. E assim o fizemos. Dormimos até não sei que horas e na sequencia eu saí pra ver um lugar pra colocar o carro na revisão. Como isso era mais ou menos na hora do almoço (leia-se sesta), tava tudo fechado e só voltava a abrir lá por 14:30. O lado bom era que fechava às 20h. Sendo assim, pra adiantar o processo durante o horário de almoço, voltei pro hostel pra pegar a gang, dar um rolé pela cidade ir fazer um passeio para a pinguinera de Seno Otway e na volta eu deixaria o carro na revisão.


06/01 - 11º dia » de Ushuaia/ARG a Punta Arenas/CHI

Imagem
Salve, simpatia!

Ushuaia, até logo, meu irmão. Hoje é dia de desarmar o coreto e pegar a BR, digo, a RA. Como conseguimos fazer tudo por aqui até ontem à noite, hoje foi só fazer check-out, abastecer e ir simbora.

[vista do quarto na pousada]

05/01 - 10º dia » Ushuaia/ARG

Imagem
Hoje é dia de passeio no parque. O café é servido às 07:30 e eu acordei a galera inadvertidamente, novamente, às 06:00 achando que já eram 07:00. Que bom que a Angélica e o Alexandre pelo menos conseguiram dormir novamente. O café me surpreendeu pelo fato do café solúvel vir em saquinhos iguais aos do chá. Mas o serviço do hostel também é continental.
Montei uma mochila com os itens básicos para uma caminhada e partimos para o parque. Na entrada forma-se uma fila de carros e ônibus pois compra-se o bilhete na portaria mesmo, sem descer do carro.


04/01 - 9º dia » Ushuaia/ARG

Imagem
Esste foi um bom dia para acampar! Após o calor de Punta del Diablo provamos um pouco do verão da Ilha da Terra do Fogo a ~10 graus na madrugada. Passamos um frio e para melhorar, com o Sol se pondo 22:12 e nascendo às 05:05 da manhã, tivemos pouco tempo de escuridão, ainda mais que depois que ele se põe o crepúsculo ainda dura mais de uma hora! Nessa situação a Melissa foi a primeira a acordar, antes das 07:00, mas foi para o carro logo em seguida tirar mais um cochilho.


03/01 - 8º dia » de Río Gallegos/ARG a Ushuaia/ARG

Imagem
Dia de Fim do Mundo hoje. De boa, saímos quase 11h da manhã do hotel pra voltar a Ruta 3, sentido Ushuaia. Por bobeira minha, acreditei que a perna de Río Gallegos a Ushuaia fosse menor, uns 400Km, quando na verdade era maior, uns 550Km. Não bastasse isso, daqui até lá há dois trâmites alfandegários, já que Argentina e Chile dividem a administração das províncias na Ilha Grande da Terra do Fogo. Sairemos de Argentina, entraremos e sairemos do Chile e voltaremos a Argentina. Parte do trecho a ser rodado não será em asfalto, e sim em rípio, que é um tipo de pedra ou cascalho, que reduz a média horária sensivelmente. Ou seja, dia longo e já começamos atrasados.

 [fachada do hotel]
[liberando nossa bagagem]

02/01 - 7º dia » de Caleta Olivia/ARG a Río Gallegos/ARG

Imagem
Ói eu de volta. Já deu pra perceber que eu tô revezando na produção do conteúdo dessa viagem com meu brother Vitão, né? Isso é de uma ajuda fora do comum, pois como a gente reveza a direção também, não é todo dia que eu tenho forças pra escrever aqui, não.

Seguindo o baile, hoje saímos de Caleta Olivia em direção a Río Gallegos. Sobre o hotel onde ficamos ontem, excelente a hospedagem, sensacional o jantar no restaurante lá mesmo, perfeita a localização, que é em frente ao mar e já na saída pra Ruta 3, nossa rodovia até o Ushuaia.

[amanhecer em Caleta Olivia, em frente ao hotel]

01/01 - 6º dia » Puerto Madryn/ARG hasta Caleta Olivia/ARG

Imagem
Dia de ressaca, eu levantei às 10:10, não perturbei ninguém, afinal, o descanso é necesário. Café da manhã pobrezinho, muito diferente da ceia no dia anterior. Também, quem aguentaria comer bem depois de tudo aquilo?




A maior parte das pessoas começou a levantar às 11:00 e alguns já foram se despedindo conforme rumavam para a estrada novamente. Conosco não foi diferente, só que com o porta-malas um pouco mais vazio de roupas, que agora nos equipavam contra o vento forte e temperaturas, finalmente, abaixo de 20 graus.

31/12 - 5º dia » de Bahía Blanca/ARG a Puerto Madryn/ARG

Imagem
Opa. Quinto dia de viagem na área, hein? Não se perca.


Bom depois de um café da manhã leve, pegamos a estrada por volta de 09:30 da matina com destino a Puerto Madryn, onde passaríamos a noite de reveillón. Antes de continuar, vou deixar minhas impressões sobre a cidade de Bahia Blanca. Imaginava encontrar uma cidade pequena, com pouca estrutura, mas a cidade se mostrou gigante. O centro, onde fomos dar uma volta, estava movimentadaço. E, graças ao horário estendido da sesta argentina, que vai de 12h às 17h em alguns lugares, foi possível encontrar tudo aberto mesmo perto de 21h. Me frustrei um pouco pois esperava ver uma orlazinha, já que a cidade é à beira-mar. Rodamos e não encontramos saída pro mar que não fosse por um dos tantos portos que tem ali. Como nossa viagem tem alguns objetivos, como Ushuaia, Punta Arenas, El Calafate e Puerto Madryn, não posso exigir demais das cidades que a gente escolheu pra pernoitar enquanto estamos na estrada. Então, tá massa.