Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

27/12 - 1º dia » de Curitiba/PR à Imbituba/SC

E iniciamos nosso ziriguidum rumo ao fim do mundo. Quem vai acompanhar a mim e a Angélica nessa jornada é o Vitão e a Mel. Reunimos a equipe às 13h e fomos comprar um GPS que o Vitão tinha visto. Detalhe, o carro tem GPS e a Mel tem outro, só que o do carro pra atualizar com mapas dos países hermanos custa 340,00 conto, e o da Mel cismou de quebrar aos 45 do segundo tempo. Pegamos o aparelho e, enfim, chegamos a BR-376 na altura do contorno umas 15h. De cara um bom movimento na rodovia, já que todo mundo vai aproveitar o feriadaço de ano novo.

[galera na saída]
A ideia inicial desse primeiro dia de viagem é rodar pouco e chegar a Imbituba, que fica a 380Km de Curitiba. Lá ficaremos na casa do Bené e da Cíntia. Durante o trajeto, ficamos parados ou pegamos lentidão em vários trechos, o que tornou a viagem longa e cansativa.

 [filinha em véspera de feriadaço]

Chegamos em Imbituba às 22h, pegamos um rango à beira-mar e logo fomos encontrar os anfitriões. Depois do bate-papo, fomos dormir pois amanhã tem chão. Faremos um dos trechos mais longos, rodando cerca de 950Km até a cidade uruguaia de Punta del Diablo.

 [noite em imbituba]

Aquele abrax!

P.S.: Me lembrem de falar sobre o GPS que o Vitorino arrematou...

-------------------------------

Dados de Bordo

Km rodados: 380
Número de Pedágios: 4
Gasto com pedágios: R$ 6,80 total
Abastecimento: 1 (Curitiba, antes de sair)
Gasto com abastecimento: R$ 150,00

Hospedagem
Casa do Bené

Rodovias
BR-376 / BR-101. Rodovia pedagiada. Pista dupla. Condição muito boa. Alguma obras em pequenos trechos, mas que não atrapalharam o fluxo. Um ponto crítico é o Morro do Cavalo, na saída de Floripa pra Imbituba. O trecho de pista simples, junto com o alto número de veículos, faz diminuir sensivelmente a média horária.

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)