Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

07/01 - 20º dia » de Gaibu/PE à Maceió/AL

Acordamos em Gaibú e tomamos um belo café da manhã na pousada, que ficava a 50 metros do mar. Cruzamos pelas pedras para chegar a uma espécie de mirante e seguindo um pouco adiante avistamos a Praia de Calhetas, que tem formato de coração e é famosa por ser uma das mais bonitas do litoral pernambucano.

[Vista da Praia de Gaibu, após uma breve escalada nas rochas.]


[Praia de Calhetas em formato de coração.]

Seguimos nosso destino em busca da também famosa Praia dos Carneiros, localizada no município de Tamandaré, pertinho de Porto de Galinhas. Conseguimos entrar na cidade sem maiores dificuldades, mas para "acessar" a Praia de Carneiros foi uma novela! Lá existem diversos bares/restaurantes localizados na orla, e cada um deles restringe o acesso de visitantes, que são obrigados a passar por uma "porteira", onde é cobrado (antecipadamente) um valor entre 50 a 100 reais por veículo, que pode ser convertido em consumação no referido bar.

Não bastasse esse história de "porteira" para conseguir chegar até a praia (uma prática completamente ilegal, já que as praias pertencem à União e seu acesso não pode ser restrito), como chegamos perto de meio-dia todos os bares já estavam lotados. E não nos deixaram entrar mesmo que só para bater algumas fotos! Com um pouco de insistência, perseverança e muita conversa com o xará Alexandre, guardião da porteira, aguardamos cerca de meia hora, até que em um dos bares vagou uma mesa (no salão e não na beira da praia) e conseguimos, finalmente, entrar.

A estrutura do local é realmente muito boa, e como o número de visitantes é limitado, a sensação é de estar em uma praia privativa, tranquila, bem longe da aglomeração que é, por exemplo, Porto de Galinhas. Nos sentindo parte do topo da cadeia, resolvemos que o almoço teria que fazer jus ao ambiente de gala. Então mande vir lagosta!

[Almoço em grande estilo: lagostas grelhadas com molho de gengibre.]

Depois do almoço arregado, conseguimos uma vaguinha ao sol e fomos tirar uma pestana torrando os lombinhos em frente ao mar.

[Praia de Carneiros: água quente e cristalina.]

A vista da praia é linda, mas mergulhar nas águas quentes e cristalinas da Praia de Carneiros é muito melhor! Conseguimos ver os peixes nadando a olho nu, e resolvemos pegar o snorkel que o Eduardo nos emprestou (valeu mesmo!) para observar melhor a vida marinha. Vale a pena!

[Em Carneiros é possível ver os alguns peixes a olho nu, mas com snorkel ajuda bastante.]

[Pôr-do-sol em Carneiros]

Após aproveitar toda a tarde em Carneiros, nos despedimos e pegamos a estrada novamente. A idéia inicial era pernoitar em Maragogi para na sexta-feira fazer o famoso passeio até as piscinas naturais, porém o horário das marés não ajudou. Então tocamos direto para Maceió, chegamos a noite e fomos descansar, porque amanhã tem show do Asa de Águia e os castores já confirmaram presença!

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)