Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

04/01 - 17º dia » de Barra do Cunhaú/RN à Natal/RN

Após o descanso na pousada KiteSurf do velho marujo Adriano "Preocupação Zero", saímos pela porta dos fundos e já estávamos na praia. Para nossa surpresa havia 2 ninhos de tartarugas bem próximos, porém as tartaruguinhas só deverão vir ao mundo no final de janeiro/inicio de fevereiro, e infelizmente não iremos presenciar o espetáculo.

[Barra do Cunhaú: beleza e tranquilidade. "Preocupação zero".]


Para nossa segunda surpresa do dia a pousada fica bem em frente ao local onde é praticado o esporte kitesurfe, fazendo jus ao nome. Pudemos aproveitar o mar com poucas ondas, mas de correnteza forte, e apreciar o kitesurfe, que despertou o interesse em futuramente aprendermos.

[Barra do Cunhaú: um dos melhores lugares do Brasil para a prática de KiteSurfe.]

Fica a indicação para quem for à Barra do Cunhaú: Pousada KiteSurfe; apesar das instalações não serem das melhores, o local privilegiado à beira-mar (onde é praticado o esporte de mesmo nome), compensa.

Fora que o dono do local, o velho marujo Adriano "Preocupação Zero", adquiriu o imóvel em dezembro de 2009 com a finalidade de juntar o útil ao agradavél, ter uma pousada à beira-mar e aprender kite surfe isso tudo com preocupação ZERO.

[Pousada KiteSurfe, do velho marujo Adriano: "mas meu negócio mesmo é espetinho de camarão".]

Outra boa recomendação é o restaurante "Barraca do Tonho", situado entre o mar e o rio. Para variar tomamos água-de-coco e comemos camarão, e depois seguimos em busca das praias de Pipa e dos Amores, muito bonitas porém muito mais movimentadas. Antes de chegarmos lá, passamos por um Santuário Ecológico administrado pelo projeto Tamar, onde percorremos algumas trilhas e paramos em diversos mirantes para ver e fotografar as demais praias que rodeiam Pipa. Com sorte é possível ver tartarugas e golfinhos, infelizmente não avistamos nenhum, mas o visual valeu a pena.
[Almoço na Barraca do Tonho: e delhe camarão e água de coco!]

[Praia do Curral, ao lado de Pipa, vista do Mirante das Tartarugas]

[Praia dos Amores]

Passamos o final da tarde na praia de Pipa, fizemos tchibum nas águas calmas e depois seguimos rumo ao nosso destino final: Natal.

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)