Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

28/12 - 10º dia » Parlez-vous français?

Como havíamos fugido das praias badaladas no fim-de-semana, chegou a hora de conhecer uma delas: o Francês. O Francês fica no município de Marechal Deodoro, e está a cerca de 30 Km de Maceió. Na noite anterior fomos dormir tarde o que atrapalhou um pouco nosso esquema de praia. Saímos de casa por volta de 11:30 e pegar o solzão daqui nesse horário é punk. E tome protetor pra segurar a soleira na moleira!



[De boa na praia do Francês]

Tava gostoso o dia. Tempo bom, água morna, bastante movimento (longe do buruçu de um fim-de-semana), aguinha de coco... O que dá tristeza é ver algumas demonstrações de imundície por parte de algumas pessoas. Facilmente era possível encontrar dentro d'água o flutuar de sacos e copos plásticos, cigarros e até tampa de reservatório de combustível automotivo. Falta educação por parte dos veranistas e falta conscientizar os comerciantes que dependem do turismo pra manter sua estrutura durante todo o ano. Nada melhor pra quem vive disso do que um turista satisfeito. Saber que ele ao sair dali vai levar boa impressão fazendo com que volte outras vezes. Melhor ainda, fazer com que ele faça a propaganda do lugar para seus amigos e parentes. A natureza, sempre tolerante, faz a sua parte, levando para longe (onde?) o lixo que lhe é atirado. Falta os seres "pensantes" fazerem a sua.

Saindo do Francês, paramos na Massagueira, no bar do Wilson, o pulo do gato. Mais uma camarãozada, pra variar...



[Bar do Wilson, boas opções por preços generosos]

E como temos o compromisso de comer a cada 3 horas, pouco depois já estávamos na Bodega do Sertão saboreando o que a cozinha regional nordestina tem de melhor. Fazia falta de um lugar como esse aqui Maceió. Um lugar onde é possível reunir os principais elementos da culinária nordestina, ouvir música tradicional da terra e visualizar um ambiente tipicamente sertanejo. Por isso, dentre outros fatores, que a Bodega faz um enorme sucesso.



[Bodega do Sertão, o fino da culinária nordestina]

Após o jantar, uma visitinha rápida ao Tonho Uva pra tomar uma aguinha e bater papo. Depois, sono... Amanhã é dia longo!

  • Confira as fotos na íntegra aqui

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)