Post em destaque

Fernando de Noronha gastando pouco

Imagem
Todos sabem que a finalidade deste site é relatar as viagens que nós fazemos de carro. Só que vou abrir o precedente agora. Sempre que viajarmos e tivermos informações úteis pra compartilhar vou colocar por aqui, independentemente do meio escolhido pra isso. Então confira agora o bônus track da nossa viagem ao Nordeste: Fernando de Noronha.

[sancho]

21/12 - 3º dia » de Rio das Ostras/RJ à Itaúnas/ES

E segue o baile!

Mais um dia vencido. Mais um destino alcançado. Foi longo o dia hoje. Mas não longo porque passamos muitas horas na estrada. Na estrada não foi nem tanto tempo assim.

Acordamos relativamente cedo. Por volta de 08:30. Exceto Tonho Uva que acordou com o cantar do galo, honrando a tradição que tá no sangue da família. Tomamos um café reforçado e variado. Nos enrolamos um pouco e pegamos o beco umas 11:30, rumo a praça da baleia e a lagoa da coca-cola. Como a Say já havia mencionado, a orla de Rio das Ostras é bem ajeitada. Dá vontade de passar mais um tempinho lá. E hoje tava um sol arretado virado na gota e o mar chamando prum mergulho... mas, o tempo urge e a estrada implorava pra gente pisá-la.


[Praça da Baleia Charlotte, Rio das Ostras]




[Lagoa da Coca-Cola, Rio das Ostras]

E tome chão! Às 16:30 apontamos na cidade de Anchieta, já no Espírito Santo, vizinho a Guarapari onde tava planejado nosso almoço. Demorou um pouco pra chegar em Guarapari, mesmo lá, demorou também pra achar um lugar pra comer. O prato a gente já sabia: Moqueca capixaba, indicado por Tonho Uva. Conversando com algumas pessoas por lá fomos indicados a comer em Meaípe, uma praia por onde a gente já havia passado, uns 6 km distante de onde estávamos. Só que voltar na estrada, e com o relógio trabalhando contra você, aumenta a sensação de retrocesso. Por isso, fomos em frente e comemos na Praia do Morro. Boa pedida. A praia é um lugar agradável e o restaurante que escolhemos oferece uma comida boa, em preço acessível e porções pra duas pessoas em que três comem bem e saem satisfeitos.


[Almoço no Chapéu de Palha, Guarapari]

E tome enrolada! Depois de 2 horas no restaurante, saímos umas 19:20 em direção à Itaúnas. No meio do caminho enfrentamos muito trânsito na entrada Vila Velha, colado em Vitória. Além do tempo engarrafado, pegamos um caminho errado fomos bater na beira-mar. Melhor. Tivemos oportunidade de ver a orla deles. Bem movimentada e estruturada. Aparentou ser um lugar bom pra ficar de bobeira, de boa. Depois de nos perdermos e nos encontrarmos pela 5ª vez, finalmente zarpamos pra Vitória. Fizemos o popular "arrodeio" pra conseguir chegar na BR-101 e partir pra Itaúnas. E lá vai chão...

Às 00:50 de 22 de Dezembro paramos o carro em frente à pousada em Itaúnas... O forrozinho que a gente ia pegar não tava rolando. Menos mal, porque cansado como a gente tava depois desse dia longo e enrolado ia ser punk ainda pegar o rela-bucho, o pisadinho, o mela-cueca, o bate-coxa, o chiado da chinela, pra amanhã cedo começar tudo outra vez.




Vamo simbora agora, trilhando para a terra do cacau e de gabriela. Bahia, tamo chegando!

Grande abrax!


Resumo de bordo do dia:
Km rodados: 669 (acumulados: 1912)
Paradas intermediárias:5
Hora de saída (rio das ostras): 11:05
Hora de chegada (itaúnas): 00:45
Rodovias percorridas: BR-101
Pedágios: 4 pedágios, totalizando R$ 12,70
Condições da Estrada: Muito boa. Boa sinalização e sem buracos. Boa parte era a BR-101. Apesar do tráfego de caminhões, que torna o trânsito lento em alguns trechos, possui boas retas em que se compensa o tempo perdido.
Hospedagem anterior (rio das ostras): Pousada Remanso. Atendimento regular, pois regularam banho de piscina antes das 10 da matina. Peca na localização, por ficar a 3 quadras (!) da praia. Mas tem uma boa estrutura, bom café da manhã e Internet Wi-Fi. Valor diária: 135,00 quádruplo. Avaliação: 3,5 castores (0 - 5). Site

Confira (daqui a pouco!!) as fotos do segundo dia na íntegra aqui

Postagens mais visitadas deste blog

14/06 - 2º dia » de Joanesburgo a Durban (Africa do Sul)